ARTE DAS LETRAS

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

POESIA - A MENINA


A MENINA

A menina feia
é tão meiga e doce
que não se nota
a face sem harmonia.
Todos ficam presos à sua meiguice.

A feia menina
se faz pitoresca
e espirituosa como  menina sabida
e ninguém liga pra sua cara feiinha.

Essa menina não tem nome?
Como vamos chamar por ela?
 Mariela!
Ou será Clarabela?

E a menina feiinha
 de manhã  veste  amarelinho,
Azul no meio do dia,
de rosa à tardinha.
À noite  de branco
com  poá   marinho.

Mas a menina feiinha amadurece,
cresce em tamanho e graça
e num passe de mágica
 vira uma linda mocinha.

by Didi Leite







Nenhum comentário:

Postar um comentário