ARTE DAS LETRAS

sexta-feira, 29 de abril de 2016

POESIA - JANELAS AO FRIO


JANELAS AO FRIO

De propósito abro a janela ao frio,
só pra sentir esse vento  da manhãzinha.
De propósito deixo o casaco de lado,
só pra sentir o arrepio na pele em contato com o ar gelado do dia.
De propósito olho o céu cinza carregado de água
e vejo que ele é belo de qualquer cor.
De propósito bebo meu café fumegante na varanda
e sinto que  no frio ele é mais saboroso.
Só de propósito curto o frio antevendo o inverno.
Lamento, lamento  muito que não caia neve no meu telhado,
que o nosso inverno seja fraco,
rápido,
e às vezes até faz calor.

by Didi Leite



Nenhum comentário:

Postar um comentário