ARTE DAS LETRAS

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

POESIA - HORAS VIVIDAS


DE HORAS E VIDA
O relógio marca as horas
pelas quais anseio e as que não quero viver.
Não há como fugir desse relógio
que anda anda sempre pra frente.
Incansável vai seguindo
num compasso silencioso indiferente
aos fatos e pessoas.
Penso que se o deixar cair
de certo vai parar.
Mas de  que isso adianta?

Se não é ele, é a vida que avança!

by Didi Leite

Nenhum comentário:

Postar um comentário