ARTE DAS LETRAS

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

POESIA - MAR DE ROSAS


MAR DE ROSAS

Sempre tive um certo receio da felicidade.
Porque sempre me ficava a sensação
que algo iria surgir e desmanchar meu castelo.
Impressão!
Não, o caminho era esse mesmo.

Até hoje tenho isso comigo.
Quando navego em mar de calmarias,
suspeito que do nada virá uma onda
e entrarei em mar revolto.
Isso não muda,
não mudará...

Porque há sempre alguma coisa
para atrapalhar,
dar trabalho,
desfazer a paz
e me deixar desconfiada
com essa tal felicidade...
Mar de rosas é só expressão,
porque nem há rosas plantadas no mar!
Alguém já viu?

by Didi Leite


Nenhum comentário:

Postar um comentário