ARTE DAS LETRAS

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

POESIA - APENAS O MAR


APENAS O MAR  (fragmento da poesia)

Era aquela mulher
que acreditava em happy end,
que hoje não tem tempo,
espaço pra tristeza,
tão pouco pras alegrias.

Só às vezes sente saudades
do mar,
das suas ondas
a invadir e banhar-lhe o corpo.
Mas saudade tem hora,
e como tal é coisa que dá e passa.


Era aquela mulher que gostava do mar...

by Didi Leite

Ilustração Imagem Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário