ARTE DAS LETRAS

domingo, 24 de janeiro de 2016

POESIA - AMOR VENCIDO


                   AMOR VENCIDO

Meu amor, quero dizer-lhe que o prazo de validade
do nosso amor acabou.
Foi bom, valeu, mas não durou.
Depois da validade resta recordar.
Se quisermos!
Sentimentos novos insistem em vigorar.

Foi uma caminhada onde não notamos o tempo,
nos distraímos de nós.
Vivemos uma vida morna, insossa e repetida.
Sem mais emoções.
Nos acostumamos um ao outro.
Viramos parentes,
móveis e utensílios de nos mesmos.
Não há lágrimas!
Lamentar apenas o tempo e o fracasso.

Sobrevivemos!
Cada um com novas chances,
novos amores,
novas validades.
Recomeçar!

by Didi Leite




Nenhum comentário:

Postar um comentário