ARTE DAS LETRAS

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

POESIA - DE BELEZA E NADA


De Beleza e Nada
Tinha a cabecinha voadora.
Pensava e falava
falava e não pensava.
Da sua boquinha ia saindo
um monte de "bobagitas".
Que peninha!
Tão graciosa, tão perfumosa,
tão orgulhosa da sua boniteza!
Era um tal de foto pra cá
foto pra lá e pra acolá.
Só não se dava conta da
montanha de vazios que
havia  na sua cabeça.
Todos a escutavam,
 ninguém a ouvia,
mas muita condescendência
com as suas fotografias.

by Didi Leite
Ilustração Imagem Google


   

Nenhum comentário:

Postar um comentário