ARTE DAS LETRAS

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

POESIA - ALGUNS MORADORES DE MIM


   ALGUNS MORADORES DE MIM

Duas coisas moraram na minha infância,
brinquedos  transformados
e  capacidade de imaginação.
Uma latinha de fermento
virava uma panelinha,
uma caixinha de fósforos uma janelinha.
Inventava lugares, pessoas, conversas
e bichos que falavam.
Eu era a artista de mim.
Que coisa maluca!

Pensavam assim. 

by Didi Leite
Ilustração Imagem Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário