ARTE DAS LETRAS

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

POESIA - SONHOS, LAÇOS E LAÇADAS


SONHOS, LAÇOS E  LAÇADAS

Sonhei, não posso negar que sonhei.
Sonhadora tola
ou tolos sonhos?
Com que facilidade se deixa levar
um coração pobre de afeto.
Fácil de se enroscar como linha
solta de um carretel.
Logo criam-se nós, laços e laçadas
e depois de embaraçadas
pra se livrar só cortando aos pedaços.
E é aí que entra a dor, meu senhor!
Não adianta explicar,
muito menos aconselhar.
Se entra no meio dor,

então, esse sonho sonhado era de amor...

by Didi Leite

Ilustração Imagem Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário