ARTE DAS LETRAS

terça-feira, 6 de outubro de 2015

POESIA - QUE SABE O FUTURO (FRAGMENTO DA POESIA)


QUEM SABE O FUTURO  (fragmento da poesia)

Se a gente pudesse antever
As estradas que escolhemos,
Ficaríamos sentados no banco do jardim
Escutando o vento nas palmeiras,
Olhando a relva nos canteiros,
Procurando as cigarras ciciando
Nos troncos altaneiros,
Ou até namorando as joaninhas
Caminhando pintadinhas pelos galhos sobranceiros

Mas como de ontem,
Não se vê o hoje,
Nem tão pouco o amanhã,
Resta  um lamento
Sufocado no cordão do tempo pedido,
Na ilusão tão vã.
  
Não serve de aprendizado,
Porque o tempo passou
E não há proposta anciã.
Fica só o motivo
Para esses versos cativos,
Que mais parecem espelho
De um errante amanhã.

by Didi Leite

Ilustração Imagem Google


Nenhum comentário:

Postar um comentário