ARTE DAS LETRAS

terça-feira, 13 de outubro de 2015

POESIA - LAÇOS FLUTUANTES


LAÇOS  FLUTUANTES

Há melodias que trazem o ontem pra hoje.
Certos aromas me põem na cena de outrora.
Algumas palavras incomuns desenham seu rosto
na vidraça da janela,
o sabor de doces me faz sorrir por lembrar
a doçura da sua voz.

O tempo passou
e o laço que nos unia
desatou-se como barquinho de papel
nas águas desse tempo.

A fita desse laço flutua aberta
pelas águas da memória.
A memória é solta,
seu destino não tem intenção
e  às vezes em seu curso

passa pelo ontem da minha emoção. 

by Didi Leite

Ilustração Imagem Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário