ARTE DAS LETRAS

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

POESIA - DE UM TEMPO DEVORADOR


DE TEMPO DEVORADOR

O tempo é um devorador contumaz.
Olho e vejo o quanto já me levou!
Levou o vestido de baile de outrora,
o lencinho bordado em crivo,
os bancos do jardim,
as fotografias do lambe-lambe da praça,
as coleções de almanaques e gibis,
as pétalas da flor nas páginas dos livros,
os discos de boleros,
os filmes de Esther Williams,
as aquarelas hoje desbotadas,
os dois galhos da minha árvore vida,
e até levou meus sonhos sonhados
irrealizados.

E ele continua irredutível passando
e carregando tudo o que está a seu alcance.
Um dia passará por mim...

by Didi Leite

Ilustração Imagem Google



Nenhum comentário:

Postar um comentário