ARTE DAS LETRAS

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

POESIA - A BELEZA


A  BELEZA

Era genuinamente bela.
Dessas belezas que prescindem
de qualquer artifício que ressalte
ou disfarce os traços do rosto.

E o que é a beleza,
se todos têm as mesmas formas faciais?
A beleza é um quê de harmonia
e de simetria que se dispõem
com tamanha perfeição,
que a pessoa bela o é sempre.

A beleza resiste intacta ao amanhecer,
ao sol,  à chuva, ao vento, às lágrimas,
ao suor, à poeira, ao cansaço e à idade.
Uma criatura verdadeiramente bonita
o é mais ainda de rosto lavado,
cabelos desalinhados e com a face exposta à luz.

Diz-se que são rostos que Deus fez
e esqueceu de tirar as mãos.
São pouquíssimas as abençoadas assim,
contam-se menos que os dedos uma única mão.

by Didi Leite

Ilustração Imagem Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário