ARTE DAS LETRAS

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

POESIA - NA SELA DA IMAGINAÇÃO


NA SELA DA IMAGINAÇÃO
Tenho medo de aranha.
Mas não me furto a admirar
que tecedeira primorosa!
Faz rendilhas como ninguém!
Não sou aranha, sou catadora,
apreciadora e sonhadora.
Cato folhinhas de outono,
pedras diminutas coloridas dos caminhos.
Aprecio as  joaninhas
nos talos dos galhos paradas,
será que cochilam?
Sonho com bonequinhos de barro
moldados e chapados com as mãos.
Pra cada coisa nasce uma ideia,
uma invenção.
Correndo na frente de tudo isso,
 vai na sela da imaginação,
a criança que não cresceu, não.

by Didi Leite

Ilustração Imagem Google


Nenhum comentário:

Postar um comentário