ARTE DAS LETRAS

terça-feira, 8 de setembro de 2015

POESIA - ME PERDOE


ME PERDOE
Perdoe-me
 a falta de tato
as duras palavras,
o jeito áspero,
o cansaço estampado,
a impaciência com seus lamentos,
a implicância com seu modo de ser,
a indiferença com sua presença
e este  silêncio que lhe dou por vezes.

Não explico porque não sei explicar,
só sei lhe pedir
que me perdoe,
se puder, se quiser...
Mas não prometo mudar,
é assim que eu sei gostar.
Mesmo assim você vai ficar?

by Didi Leite

Ilustração Imagem Google


Nenhum comentário:

Postar um comentário