ARTE DAS LETRAS

terça-feira, 15 de setembro de 2015

POESIA - DE SOFRER DE AMOR


DE SOFRER DE AMOR

Porque logo descobri
que amar era ocasional,
mas sofrer de amor era opcional.
Entre mim e mim há uma ordem
que comanda e força a busca
do caminho da alegria.

Entre mim e os amores fugazes
ficou espaço livre nas relvas verdes,
nos jardins sem pedras,
coberto de pretensas flores,
que em botão promete
um renascer de novo,
alegre,
sem ranço de saudade,
para a  vida
Possibilidades.
Liberdade.

by Didi Leite

Ilustração Imagem Google



Nenhum comentário:

Postar um comentário