ARTE DAS LETRAS

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

GOTAS DE POESIA - QUASE


QUASE

Fico no limiar,
na proximidade,
no quase,
e na impressão.
Nem vou  nem fico,
paro a meio caminho,
quase chego ser,
quase posso ter,
quase que sou
e não sou.

Um pouco mais e seria plena,
um pouco menos, serena.
Sou a personificação
da eterna indecisão.

Assim a menos, nem inútil sou
Um pouco a mais não sou nada,
porque me falta coragem
para ser total
e me entregar inteira.

by Didi Leite

Ilustração Imagem Google


Nenhum comentário:

Postar um comentário