ARTE DAS LETRAS

terça-feira, 4 de agosto de 2015

POESIA - MENTIRAS


MENTIRAS

Ele mentia.
Ela ouvia
sabia e aceitava.
Tinha medo de ficar só.
Um dia sentiu vergonha
do que se permitia.
Botou o medo fora,
encarou o mentiroso de frente
e o tirou do coração.
Hoje vê que ficar só
não é fim da vida,
nenhum bicho papão.
E quanto tempo perdido

com esse amor de ilusão...

by Didi Leite

Ilustração Imagem Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário