ARTE DAS LETRAS

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

POESIA - DE SEMPRE


DE SEMPRE

Todo dia há sol no horizonte,
mesmo encoberto.
Todo tempo água brota na fonte,
mesmo num fiozinho de nada.
Toda hora alguém vai embora,
mesmo que de repente.
Todo tempo há uma lágrima nos olhos,
embora não role na face.
Em algum lugar alguém sofre uma saudade,
essa só com o tempo esmorece.
De tudo temos sempre
e sempre pode não ser pra sempre,
nem a gente.

by Didi Leite

Ilustração Imagem Google


Nenhum comentário:

Postar um comentário