ARTE DAS LETRAS

sábado, 28 de fevereiro de 2015

CONTOS QUE TE CONTO - LARISSA - 2a, Parte


CONTO

                                        LARISSA

                                                        2a.Parte

                                                       ... continuação

- Mãe, deixa eu botar a banheira pra encher?  Pediu Marcelo.
- Deixo. Vamos juntos brincar de piscininha? Disse a mãe carinhosamente.
- Oba!   Gritou Bianca, que saiu correndo para o banheiro.
Leonardo ficou olhando a mulher e os filhos e sentiu um misto de alegria e tristeza. Larissa era uma mãe super amorosa com os filhos, e as crianças eram loucas por ela.  Ele também era louco por ela, mas estava preocupado, desassossegado com o rumo que Larissa estava dando à vida deles.

                 Na manhã seguinte,  a mulher estava sentada à mesa tomando uma xícara de café silenciosamente, quando o marido entrou na copa já pronto para sair. Sentou-se e se serviu de leite e café.  Larissa estava de olhos baixos e não encarou o marido.  Ele olhou para ela e disse:
- Bom dia! Larissa, amanhã a mãe e o pai virão jantar conosco, eu convidei.
- Por quê?
- Porque amanhã eles fazem 34 anos de casados e pensei em jantarmos todos juntos, mas ao invés de sairmos para jantar fora, preferi oferecer um jantar a eles. Ah! Veja se você arruma seus cabelos, vá a um cabeleireiro, faça um corte bonito. Você está sempre com esses cabelos lisos, escorridos, sem um penteado bonito.  Larissa, se cuide mais um pouco, você tem cabelos bonitos...
- Meus cabelos, também, estão incomodando   você?
A mulher falou isso sem levantar os olhos para o marido.
- Não! Não me incomodam, mas você ficará mais bonita.  Assim, como está,  parece que se largou de mão.
Ela acabou de tomar seu café, levantou-se e saiu da copa. O marido falou alto para ela:
- Não esqueça que as crianças saem às 5 horas da escola, entendeu?

Hilda, a empregada, já havia chegado quando Larissa saiu com os filhos.  Foi à casa de sua mãe, dona Germana. Foi almoçar com a mãe.
- Mãe, eu queria ir ao salão de beleza dar um corte nos cabelos, a senhora vai comigo?
- Vou, mas agora?
- Não! Depois que eu botar as crianças na escola. Na parte da tarde.
- Vamos, sim.  O que é que você tem? Está com cara de cansada, está aborrecida?
- Não!  Quer dizer estou.  Não!  Não sei se estou.
A filha sentada diante da mãe, botou os dedos nos lábios e em voz quase murmurante disse:
- Ontem, eu esqueci de apanhar as crianças na escola na hora da saída.

Seus dedos tremiam, e seus olhos encheram-se de lágrimas.

                                                  continua....

by Didi Leite

Nenhum comentário:

Postar um comentário