ARTE DAS LETRAS

terça-feira, 29 de julho de 2014

POESIA - De Passarinha e Passarada


DE  PASSARINHA E PASSARADA
Na copa mais alta de uma paineira branca
uma passarinha fez  delicado ninho.
Trabalho de incansáveis voos.
Catar e trazer preso ao bico
toda sorte de ricos achados,
fruto da ação do outono:
folhas e palhas secas, penugens e tênues gravetos.
Enfim ninho tecido, retocado e acabado.
Ela se ajeita sobre as patinhas
e lá vem chegando os ovinhos.
Um de cada vez, azulado, quentinho.
Quieta e persistente, passa horas
aquecendo seus futuros filhotes.
Come pouco, voa nada,
 não canta  nem pia.
Chegou o dia!
Um a um,  passarim

saindo pra vida!


by Didileite
Direitos Autorais registrados na Fundação Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro.
Ilustração Imagem Google

Um comentário: