ARTE DAS LETRAS

sexta-feira, 27 de junho de 2014

POESIA - De Sonata e Televisão



DE SONATA E TELEVISÃO
Fez uma sonata para ela,
que admira em segredo.
Todas as noites punha-se a tocar
no piano tal melodia
com esperança de chamar sua atenção.
Já tocou tantas vezes,
todo dia, e ela nem à janela chegou.
Cansou!
Rasgou a sonata.
Fechou o piano e foi ver televisão.

by Didileite
Direitos Autorais registrados na Fundação Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro
Copiar e/ou plagiar é crime previsto em lei.
Ilustração Imagem Google


Nenhum comentário:

Postar um comentário