ARTE DAS LETRAS

quarta-feira, 28 de maio de 2014

POESIA - Dos Trigais



  DOS TRIGAIS
Nos campos de trigais
Espantalho balança docemente
levado pelo vento.

Pássaros tentam assaz  pousar
para pegar seu alimento.
Os bichinhos intrigados temem o boneco
que os olha arregalado.

Assustados cobiçam os grãos dourados
daquelas hastes que dançam ao sabor do vento,
tal qual cabeleiras douradas de sereias encantadas
que  hipnotizam  navegantes.
Os grãos banhados de sol reluzem  penteando
o campo num bailado aéreo
de vai e vem cadenciado.

Pobres pássaros famintos
espantados por medo imaginário
da  figura arregalada que tudo olha e nada vê.
Na verdade toma conta de nada.

Trigais voam livres nos campos dourados.


by Didileite
Direitos Autorais na FBNRJ
Ilustração Imagem Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário