ARTE DAS LETRAS

quarta-feira, 6 de junho de 2018

POESIA - DE SOFRER DE AMOR

Nenhum texto alternativo automático disponível.

DE SOFRER DE AMOR

Porque logo descobri
que amar era ocasional,
mas sofrer de amor era opcional.
Entre mim e mim há uma ordem
que comanda e força a busca
do caminho da alegria.

Entre mim e os amores fugazes
ficou espaço livre nas relvas verdes,
nos jardins sem pedras,
coberto de pretensas flores,
que em botão promete
um renascer de novo,
alegre,
sem ranço de saudade
para a vida.
Possibilidades.
Liberdade.


Didi Leite

PENSAMENTO POÉTICO - FRIO E ARREPIO

A imagem pode conter: texto

DIDI  LEITE

PENSAMENTOS POÉTICOS - VENTO E TEMPO

A imagem pode conter: texto

DIDI  LEITE

PÁGINA SOLTA - BOM DIA

A imagem pode conter: céu, oceano, atividades ao ar livre, natureza e água

DIDI LEITE

sábado, 2 de junho de 2018

POESIA - QUINTAL E INFÂMNCIA

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, árvore, atividades ao ar livre e natureza

A GENTE ERA O QUINTAL
E aquelas tardes passavam tão infantis
que a gente se achava como sendo parte
das árvores, 
da florzinha do canteiro,
da joaninha no galho,
dum pardalzinho voando
e de uma borboleta fazendo bailados
aqui e ali.

A gente era uma coisa só,
não se sabia onde começava um
nem terminava o outro.
Eta vida danada de boa!
A gente era mesmo é o quintal
e o quintal era a gente... 


Didi Leite